Autor

Sobre esta ideia

As madeiras em exteriores são no nosso clima um tema complicado.

Invernos frios e húmidos e verões quentes e secos são muito agressivos para as madeiras. As madeiras importadas como sucupira e outras madeiras de cerne duro e alta densidade ainda aguentam mais ou menos bem os rigores do clima mas as nossas madeiras locais só durarão se forem bem protegidas.

Essa proteção pode ser dada com vernizes, velaturas ou esmaltes. Recentemente explicaram-nos as vantagens de velaturas gordurosas como Bondex para madeiras exteriores. São bem absorvidos pelo suporte e não criam película nem descamam como os vernizes que por esse motivo são mais adequados para interiores.

Existem esmaltes com resinas com bons comportamentos em madeiras exteriores, mas recomenda-se acabamento meio-brilho ou brilho. Os brilhos protegem o esmalte da acção do clima, primeiro vai o brilho e só depois o esmalte. Ainda assim qualquer que seja o tratamento das madeiras deve fazer manutenção de 2 em 2 ou 4 em 4 anos pelo menos, dependendo das suas madeiras, dos tratamentos aplicados e do clima a que estão sujeitas. Deve tapar fissuras, selar juntas com silicone ou silicone acrilico e garantir a sua correta fixação para que não empenem, fissurem ou levantem.

Melhor prevenir que remediar ou substituir.

Inicie sessão ou registe-se para fazer comentários.